Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Simples assim

Um olhar. Uma brisa. Um sorriso.

Um pingo de chuva. Um raio de sol. Uma pequena nuvem.

Um risco. Um rabisco. Asterisco?

Aquele. O outro. Esse mesmo.

A vida. O amor. A gratidão.

Deus.

Somente. Sem mais. Tudo junto.

Pular o muro. Fugir na kombi. Mas não assaltar o caixa.

Dançar.

Dançar muito.

E esquecer. E lembrar. E fingir que não aconteceu.

E acreditar que aconteceu, mesmo não tendo acontecido.

Ou sim.

Respirar. E viver, viver muito. Ou viver pouco, mas bem.

Uma laranja. Uma banana. Ou nada disso.

A borboleta. O medo. Uma superação.

Foi-se. Vai-se. E volta.

A poesia.

A não-poesia.

Um olhar perdido. E um sorriso qualquer.

Simples assim. Ou difícil. Daquele jeito.

4 comentários:

Fabiana Gomes disse...

Tudo. Nada. Sei lá. Mas ahco que é por aí mesmo... Gostei.

Gabriel Poeys disse...

Se Fosse simples alguém vivia pela gente e não cobrava nada!
Saudações.

João Neto disse...

é quase o sentido da vida!!!!

Ana Guimarães disse...

Que lindo, Lelê!